Somos jovens e audazes,

Palmilhando matas sem fim,

E mostramos ser capazes

De lutar até ao fim.

 

Aprendemos a ser duros,

A lutar até morrer,

E mostramos ser seguros

Não faltando ao dever.

 

Ao perigo indiferentes,

E na guerra destemidos,

Nunca largamos as frentes

Perseguindo o inimigo.

 

Esta é a voz do COMANDO,

Que de regresso cantamos,

E bem alto vamos gritando

MAMA SUMAE, AQUI ESTAMOS.